Menu

Faze o que tu queres serÁ o todo da Lei.

LIBER TESTIS TESTITUDINIS VEL ע ד

 

 
 

SUB FIGURÂ LXXIV

 

 

11. Que ele vincule-se Magicamente por um Juramento, uma vez que ele é o Telesma e o Pantáculo de sua própria Natureza por Vontade. E sua Palavra é a Expressão de si; portanto que a sua Palavra Testemunhe a ele próprio.

10. Agora, em seguida, vendo que ele é do Reino de Deus, uma Estrela no Corpo de Nuit, em cujo núcleo flameja Hadit; que ele não profira nenhuma Palavra onde não Testemunhe o Reino de Deus, que é para ele como a Carapaça é para a Tartaruga.

9. Além disso, seu Fundamento é Deus, o Equilíbrio da Mudança e Estabilidade; portanto que cada Palavra dele seja diversa em Forma, mas uma em espírito, testemunhando a Deus.

8. Agora, porque o Esplendor de Deus é a Luz do Universo, que ele em cada Palavra Testemunhe este Esplendor. No entanto, porque os ouvidos dos homens são maçantes, ele deve velar o Esplendor da sua Palavra, escondendo o seu Pensamento no discurso comum, mesmo após a Forma deste Livro.

7. Além disso, que a Graça de Deus que é Amor, e veste-O como se com um traje, preencha o seu discurso com delicadeza e suavidade de tom, para um Testemunho do Amor.

6. A Cedente Demonstrarem aplicabilidade para tamanho e para o tipo de projeto Além disso, estando perpetuamente consciente da Beleza do Universo e de sua Harmonia, sendo fixado (pode ser um algo) na Visão Beatífica, que ele seja constante para Testemunhar o Prazer e Êxtase disso em toda Palavra que possa expressar.

5. Ó, meus irmãos! que Ele exalte o Poder de Deus e Testemunhe a isto em toda Palavra; pois é a Cegueira da Irmandade Negra que não percebe Seu Julgamento, que ele é Onipotente e Infalível. Seja, portanto, cauteloso e alerta, castigando cada Infração de teu Juramento do Modo demonstrado no Nosso Livro, cujo Número é Três.

4. Que ele esteja consciente do Símbolo Manifesto do Pai-Mãe no Céu chamado Justiça, e testemunhe em toda Palavra aquela Misericórdia e Magnificência; jubiloso em espírito, glorificando a Deus.

3. Que sua Palavra Testemunhe a Compreensão de Todas as coisas, conforme é ensinado na Cidade das Pirâmides sob a Noite de Pan.

2. Que sua Palavra Testemunhe a Sabedoria que enquadrou tudo dentro de si mesma ante estas Manifestações citadas, exaltando em sua própria Vontade de Criação, que é igualmente Parte e Tudo disto.

1. Que sua Palavra Testemunhe a Existência de Deus dentro e fora Dele; pois não há nada no Universo que não seja Deus.

0. Finalmente, porque a sua Palavra é o próprio Deus, como declarei, que nesta Prática ele não preocupe-se em manter Silêncio, mas sim em multiplicar seu discurso, tanto com o preguiçoso quanto com o consagrado, respondendo também ao curioso e não apenas ao verdadeiro aspirante; de modo que seu Testemunho possa partir para o mundo, como uma nova Estrela subitamente flamejando nos Céus, excitando seus Semelhantes que são a Semente de Deus; sim, em verdade, a Semente de Deus.

 

Amor é a lei, amor sob vontade.